PEDAGOGIA & INVESTIGAÇÃO

O Balneário Pedagógico de Vidago (BPV) assume-se como uma experiência inovadora. E é-o de facto. Antes de tudo na sua concepção como instituição multidimensional:
formativa, mas simultaneamente assistencial; científica (investigação) mas também social e cultural.

Depois, em todo o desenvolvimento da sua edificação arquitectónica, ela também inovadora: reformulando funcionalmente a antiga estação de caminho-de-ferro e permitindo assim a sua sobrevivência como local emblemático da tradição destas termas.

Ainda, pela planificação do seu lay-out, pela diferenciação técnica dos seus equipamentos, pela qualidade dos seus recursos humanos, pela preparação do seu modelo operativo.

São pois múltiplas as funções para o qual foi idealizado. Funções que se transformam em verdadeiras missões. O polo termal de Vidago carece de uma unidade destas características. O BPV pode constituir uma alavanca de progresso desta estância histórica, agora com novos contornos. Vidago manter-se-á sempre com os seus ícones: o parque deslumbrante, o Palace Hotel, as suas belíssimas buvettes, os magníficos greens do seu campo de golf.

Mas os tempos actuais obrigam a novos caminhos. Pedem diferenciação. Desafiam assim a imaginação. O nosso tempo é já o da globalização. Na nossa mente a perspectiva tem forçosamente que ser internacional. Queremos ensinar, queremos investigar, queremos receber muitos termalistas e proporcionar-lhes melhor saúde. Temos a ambição de o fazer num caminho de crescimento sustentado, mas efectivo e consequente. Para benefício de todos: de Vidago e das suas gentes, da Região e mesmo do País.

Vidago assume-se desde sempre como um local de excelência ambiental. O BPV será mais um instrumento deste valor. Quer contribuir através das suas actividades diversificadas para a recuperação de um polo termal que por direito próprio deve retomar um passado de prosperidade. Quer ser reconhecido como um local de qualidade única, fortemente atractivo para quem procure encontrar circunstâncias ideais de salutogénese.

O BPV, ao mesmo tempo que vai disponibilizar cursos e estágios técnicos de hidroterapia e crenoterapia, vai implementar projectos de investigação e quer proporcionar tratamentos com grande qualidade. Está para isso preparado. Conta com uma equipa clínica especializada e experimentada. Todos os seus demais profissionais são de excelência. Mas acima de tudo todos estão motivados para os enormes desafios que terão de enfrentar.

É esse o espírito que preside à implementação e desenvolvimento do BPV. Será com toda a certeza uma referência no termalismo nacional e europeu. Pretendemos dar-lhe esse alcance. Há condições para pensar assim. Todos estão convidados a participar. O polo termal só se desenvolverá com o trabalho de todos.